O monitoramento preciso e confiável do nível do tanque é importante para evitar situações de transbordamento. As práticas de prevenção contra transbordamento são apresentadas na norma americana API – 2350.

Um dos métodos de proteção apresentados na API – 2350 é o AOPS (Automatic Overfill Prevention System). O AOPS é composto de três componentes: elemento sensor, logic solver e atuador.

A Automind foi selecionada pela Ultracargo para projetar o Sistema AOPS para os terminais de Suape, Aratu e Santos e implantá-lo nos terminais de Suape e Aratu.

O projeto foi elaborado em conformidade com os requisitos da norma API -2350 e suas recomendações, mas também atendendo à filosofia da engenharia da Ultracargo que é ter ao final do projeto um Sistema AOPS com arquitetura aberta, possibilitando a integração com o TMS (Terminal Management System) instalado no terminal.

Arquitetura do Sistema AOPS

O Sistema AOPS foi projetado com as seguintes características:

  • Proof Test
  • Nível de segurança mínimo SIL 1
  • Quantidade de tanques monitorados por painel expansível
  • Protocolo Modbus – TCP para integração com o TMS
  • IHM de monitoramento remoto

Para a implantação do Sistema AOPS nos terminais de Aratu e Suape, a Automind foi responsável pelo fornecimento e implantação da função logic solver, integrando a esta os elementos sensor e atuador adquiridos pela Ultracargo.